Campo Operatório Descartável

Exibindo todos 3 resultados

O campo cirúrgico descartável, também conhecido como campo operatório descartável, tem como principal objetivo proteger o paciente de contaminações, que podem ocorrer devido aos respingos de sangue durante procedimentos cirúrgicos.

Por esse motivo, seu uso é indispensável em hospitais, clínicas ou em um pronto atendimento. 

Devido a esse fator, a qualidade dos campos cirúrgicos descartáveis é essencial para que os procedimentos realizados não coloquem em risco a saúde do paciente.

Sendo assim, se você quer entender melhor sobre esse item e está em busca de uma empresa de produtos hospitalares que ofereça os melhores campos cirúrgicos, continue a leitura e confira as próximas informações.

Para que serve o campo cirúrgico?

O campo cirúrgico é um dos itens que compõem a paramentação cirúrgica. Essa, por sua vez, se refere à utilização de elementos adequados para criar uma barreira contra a invasão de microrganismos nos locais cirúrgicos.

Ela serve também para a proteção dos profissionais contra a exposição à substância potencialmente infectantes como sangue, fluidos ou tecidos orgânicos. 

Nesse sentido, a principal finalidade do campo cirúrgico é criar uma área de trabalho microbiologicamente limpa em torno da incisão cirúrgica. Se o modelo utilizado também delimitar a ferida e for fixado à pele, vai reduzir a transferência da flora da pele do paciente para a incisão cirúrgica.

Ou seja, ele isola a superfície ao redor da área que será manuseada, atuando como uma membrana estéril.

A paramentação cirúrgica, de maneira geral, tem como objetivo:

  • O controle da infecção de sítio cirúrgico;
  • Controle de infecção hospitalar ;
  • A segurança do paciente;
  • A segurança da equipe cirúrgica (risco ocupacional);
  • E a qualidade da assistência prestada ao paciente no ambiente cirúrgico.

Também é preciso informar que existem diferentes tipos de campo cirúrgico e que cada um possui suas características específicas. Entre as diferentes versões temos:  

  • Campo cirúrgico descartável;
  • Campo de tecido;
  • E o campo fenestrado.

Na DiBh, você encontra além dos variados modelos de campos cirúrgicos, uma série de produtos hospitalares, que você pode conhecer acessando o site.

Tipos de campos cirúrgicos

Como já foi dito, existem algumas diferenças entre os modelos de campos cirúrgicos que devem ser considerados. Para que você conheça melhor cada um deles, a seguir reunimos informações a respeito das opções.

Campo cirúrgico simples:

Geralmente, esse tipo de campo cirúrgico, confeccionado em material não tecido e extra absorvente, é recomendado para a realização de procedimentos em que há exigências quanto a manutenção da técnica asséptica.

Por meio de uma barreira microbiana, esse produto apresenta baixíssimo desprendimento de partículas. Além disso, conta com alta repelência contra os fluidos, bem como alta resistência e maleabilidade. Essas características são essenciais para que sua função seja exercida com sucesso.

Vale ressaltar ainda que você encontra campo cirúrgico simples na Dibh em diversos modelos e tamanhos, melhorando o atendimento às diferentes necessidades hospitalares.

Campo fenestrado: 

Campo cirúrgico fenestrado são aqueles que possuem a fenestra, abertura que facilita e é a responsável por promover o isolamento da área da incisão. Eles são indicados para a realização de procedimentos mais invasivos, pois possuem maior capacidade de apresentar uma barreira estéril, que tenha uma liberação de partículas bem baixas.

A produção dos campos fenestrados utiliza um tipo de material altamente confiável, assim como excelente desempenho e qualidade. Isto é, elementos fundamentais para a promoção de maior segurança e assepsia no ambiente em que será executado o procedimento.

Campo cirúrgico estéril x não estéril

Além dos diferentes modelos, existe também o campo cirúrgico estéril e o campo operatório não estéril.

A primeira opção se refere aqueles que já estão prontos para uso, ou seja, como o próprio nome indica, eles já vem esterilizados. Já o não estéril precisa ser esterilizado antes do procedimento cirúrgico.  

Por existir uma diferença de valor, alguns profissionais optam por uma opção em relação a outra. Contudo, em termos de eficácia não existem diferenças significativas entre elas.

Qual é o diferencial do campo cirúrgico descartável?

O campo cirúrgico descartável geralmente é confeccionado em material não tecido SMS, 100% polipropileno, grau médico. Assim como outros modelos, ele evita a contaminação, respingos de sangue e fluídos corpóreos no paciente e nas superfícies.

Além disso, também está disponível nas opções com fenestra, que demarca a área da cirurgia e a sem, assim como nas opções estéril e não estéril.  

Por se tratar de um material descartável, como sabemos, ele não pode ser reutilizado e deve ser descartado logo após o procedimento de maneira correta. Para mais, esse item ainda conta com as seguintes características: 

  • É confeccionado apenas com uma matéria-prima: SMS;
  • Possui normativa, ou seja, deve seguir as regras estabelecidas;
  • Tem que possuir Ficha de Informação de Segurança para Produtos Químicos (FISPQ);
  • Possui registro na ANVISA;
  • É impermeável;
  • É encontrado em diferentes tamanhos e tipos.

Oferecemos ainda:

Onde comprar um campo cirúrgico descartável em BH?

Independentemente de qual seja a sua escolha entre os diferentes tipos de campos cirúrgicos é fundamental ter a parceria de uma fornecedora de produtos hospitalares que tenha credibilidade no mercado.

A DiBh é a principal fornecedora da American Medical na região, empresa referência nacional na fabricação de itens hospitalares. Além disso, contamos com uma excelente distribuição, garantindo entrega rápida no momento em que você precisa.  

Acesse hoje mesmo o site e confira todos os produtos hospitalares que a DiBh oferece.